Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2015

Até Já

Imagem
Caros Visitantes, Leitores e Seguidores,

Alguns de vós já me acompanham, fielmente, no Projeções de um Perfil Fugidio, há mais de 2 anos, outros visitam-me esporadicamente, outros apenas por acidente.  Sinto-me grata por todas as vossas visitas e a última coisa que desejo é desapontá-los ou que se sintam "abandonados" por mim.  Mas, acontece que necessito libertar-me de algumas "obrigações", ocupações e distrações, para que seja possível dedicar-me e focar-me num novo e, para mim, muito importante projeto. Se não o maior, é, pelo menos, um dos maiores e, tenho esperança,  mais gratificantes projetos da minha vida. Há muito, procurava encontrar, dentro de mim, o rumo que queria dar à minha vida. Essa busca levou-me, por diversas vezes, a voltar a estudar, fazendo cursos, formações e pós-graduações, em diferentes áreas, e, mais recentemente, à criação de uma Plataforma de Comunicação online, entre muitas outras coisas de menor importância ou envergadura. Embora todas essa…

Lei de Talião - Olho por olho, dente por dente

Imagem
O que pensar? O que dizer? O que fazer, perante os recentes ataques terroristas em França, que fizeram mais de uma centena de mortos, deixando a Europa e o Mundo Ocidental estarrecidos e na expetativa de onde, como e quando se darão novos ataques? Voltamos à antiga Lei de Talião, olho por olho, dente por dente? Declaramos guerra a um estado que não é estado, a um país que, afinal não é um país, mas sim uma série de pequenos pólos em diferentes países?  Ou, procuramos desculpas e justificações para atos terroristas inqualificáveis? Após o ataque, as redes sociais fervilharam de partilhas e comentários e o facebook até criou uma aplicação para alteração temporária das fotos de perfil, com a bandeira francesa em transparência. Paris foi atacada, morreram pessoas que estavam a assistir a um espetáculo e outras que se encontravam em cafés e restaurantes. Este ataque foi, parece evidente, não só à França, mas a todo o Mundo Ocidental, pelo que pareceria lógico que todos nós Ocidentais nos unísse…

EN DEUIL

Imagem
Quando não se tem poder bélico para fazer uma guerra, utiliza-se a inteligência.
Nem todas as invasões são armadas.
Quem atira milhares dos seus próprios irmãos para a morte, o que fará aos outros com quem não tem qualquer ponto de contacto?
Quem tiver olhos que veja...
Quem tiver ouvidos que oiça...

ELEIÇÕES - COLIGAÇÕES -ACORDOS

Imagem
Ontem, mais uma vez, quando cheguei de manhã ao parque de estacionamento da faculdade, embora houvesse imensos lugares vagos, no lado do parque em que costumo estacionar, lá estava ele, direitinho, primorosamente estacionado, alinhando o centro do carro com o risco branco que divide dois lugares. Claro que perto do meio-dia o parque já estava superlotado e lá continuava ele majestosamente ocupando dois lugares. 
Pois é, há pessoas assim, não têm qualquer respeito pelo próximo, pelas regras de boa convivência em sociedade, pela ética ou pela moral e fazem, o que bem lhes apetece, sem se importarem com as consequências
Segundo me disseram, o condutor deste veículo estaciona sempre ocupando dois lugares para que não lhe f........ as portas. Não percebo a lógica, mas ....
Vem isto a propósito dos factos paradoxais que estão a acontecer em Portugal.
O PSD e o CDS-PP, depois de 4, difíceis e austeros, anos de governação, voltaram, contra todas as expetativas, a ser eleitos, com maioria relativa…

RECORTES DE IMPRENSA

Imagem
O mais importante de vivermos numa democracia é o facto de podermos eleger aqueles que queremos que nos representem no Governo, na Assembleia da República, ou enquanto Presidentes da República, e o facto de termos liberdade de expressão. Estes dois direitos irrevogáveis  permitem-nos pôr em causa, questionar, fazer demitir, exigir o acesso a todas as decisões e contas do Estado, responsabilizar os governantes pelas suas ações. Enfim, participar de uma forma ativa e informada nas decisões e futuro do país. Mesmo nas ditaduras há uma liberdade que ninguém nos pode tirar, a liberdade de pensar.
Mas, para que essa liberdade de pensar, em ditaduras ou democracias, seja coerente e objetiva, necessitamos estar informados, quer pelo conhecimento direto e através dos estudos, investigações e análises que nós próprios fazemos, quer através da informação veiculada pelos meios de comunicação social.
Ainda que, muitas vezes, esta informação não seja nem isenta, nem objetiva, nem idónea, a filtragem qu…

RECORDATÓRIA

Imagem
Vivemos em Portugal um momento singular e paradoxal. 
Diz-se que "Acabou um tabu, derrubou-se um muro, venceu-se um preconceito". 
Eu pergunto, não será apenas ambição cega pelo poder?

As Eleições Legislativas de 2015 decorreram, no dia 4 de Outubro, sem incidentes de monta e dando a vitória, de maioria relativa, à coligação PSD - CDS-PP, a qual havia terminado quatro duros anos de Legislatura, causados pela grave crise económica e financeira que se abateu sobre o mundo ocidental e, de forma particular, sobre Portugal. O Partido Socialista, não aceitou a derrota e decidiu entrar em acordo com o Partido Comunista, o Bloco de Esquerda e o Partido Ecologista os Verdes, por forma a derrubar o Governo, ora eleito, informando que votaria contra o Programa do Governo, antes mesmo de o conhecer. O Acordo entre o PS, PCP, BE e PEV, contrariamente ao que poderia parecer mais lógico, não resultou numa coligação, que se propusesse a governar o país, mas será apenas o PS que se proporá a form…